Tivemos o privilégio de receber um convite por parte da RTP / Praça da Alegria para participarmos, em direto, no programa emitido no passado dia 27 de junho. O momento de abertura teve lugar na Lagoa, onde a repórter Rita Belinha contextualizou o motivo da vinda a Torres, referindo- se às tradições que estão a ser preservadas e leu de seguida o poema “Amada Torres” do nosso associado Alexandrino Neto, poema esse onde o autor transmite, com muita saudade e sentimento, a ligação à sua terra natal, à Lagoa, às gentes de Torres, às suas tradições e ofícios.

O primeiro direto foi transmitido a partir da “Adega do Avelar” que, depois de recuperada, foi inaugurada com esta atividade pelos artesãos e sócios da Associação Recuperar a Aldeia de Torres. A nossa artesã Graciete Pereira, o senhor António e o seu irmão José Lourenço, utentes do Centro Social Cultural e Recreativo da Poutena, foram os atores principais do momento, mostrando o seu engenho e arte nos trabalhos realizados com bunho ou junco.

O segundo direto teve lugar na oficina de carpintaria de Maria Natália Pereira, que concluiu, nesse momento, uma gamela em madeira usada para fazer pão e falou da sua atividade, ao longo de 36 anos, nessa oficina, ao lado do seu marido, executando, em madeira, arcas para o milho, salgadeiras, bancos e demais utensílios necessários ao dia-a-dia de qualquer família bairradina.

Na oficina de Maria Natália Pereira, preparativos para o 2º direto.

Em ambos os momentos foi também entrevistada a presidente da ARAT que referiu algum do trabalho realizado pela associação, as potencialidades da aldeia, a coragem e determinação dos seus habitantes e ainda o que de melhor Torres tem para oferecer aos visitantes.

Sentimo-nos orgulhosos por Torres estar a ter uma projeção que mereceu a atenção da RTP! O nosso esforço está a ser reconhecido e recompensado pois a nossa intenção é divulgar as tradições, usos e costumes, o património material e imaterial e dar também a possibilidade às pessoas de mais idade de mostrarem o seu valor e de transmitirem os seus saberes.

A aldeia de Torres receberá, dentro de poucos meses, a certificação de “Aldeia de Portugal” e em outubro, nos dias 8 e 9, terá lugar a 3ª edição da Festa do Bunho e do Junco.

Emissão do programa Praça da Alegria, RTP1, de 27 de junho de 2022.
Categorias: Outro

0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.